segunda-feira, 18 de maio de 2009


"Seja como o Mar: Por mais revolta, agitada e turbolenta que esteja a sua superfície, nas suas profundezas sempre é calmo e tranquilo"

(Autor desconhecido)


Veja tembém: Espaço da Libélula