quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O Que é o Sucesso para Você?

Do latin “successu”. Significa bom resultado. Antes de pensar em realizar nossos sonhos, precisamos de uma definição de “atingir o objetivo”. O que é ter sucesso, afinal de contas? Muitas pessoas passam a vida buscando sucesso, tentando fazer “alguma coisa” para atingir “algo” que parece nunca acontecer.

Por que?
Primeiro consultamos o dicionário. Ele nos diz que “sucesso” significa ter êxito na campanha. Então, para cada um de nós, na prática, o sucesso é associado a alguma coisa diferente. Todos temos as nossas próprias “campanhas”, os nossos próprios sonhos. A representação do sucesso é, portanto, diferente para cada um de nós.

Contudo, na realidade, nossa verdadeira motivação não é obter os resultados práticos da nossa campanha. Na realidade, buscamos sentir prazer. Felicidade! Nosso objetivo real não é “ter” aquele carro, ou “atingir” aquele cargo, mas sim a felicidade que
podemos sentir durante todo o processo de realização daquele sonho. Assim, embora o conceito de sucesso seja diferente para cada um de nós em cada situação das nossas vidas, o nosso objetivo final é sempre o mesmo: todos queremos ser felizes! Assim, de forma geral, podemos dizer que ter sucesso é igual a ser feliz. Parece simples. Mas espere! Existem duas grandes armadilhas nesse caminho.

A primeira acontece quando associamos a “nossa” felicidade exclusivamente ao fato de “ter” ou “ser” alguma coisa. Essa é geralmente a causa de frustração e sentimento de derrota de muita gente. É ainda pior quando associamos a nossa felicidade à imagem que temos de outras pessoas: a beleza de Gisele Bunchen, a fortuna de Bill Gates, a criatividade de Chico Buarque, etc. A sua felicidade não está nas realizações ou qualidades de outra pessoa. Você é uma pessoa especial. Vo
cê só pode ser feliz através das suas próprias realizações. Não pela imitação. Procure pelas suas próprias qualidades. Aprenda a usá-las e apreciá-las.

O segundo problema é que a felicidade, obviamente, não é algo que compramos e guardamos no armário. Ela é uma sensação. Um estado ligado a nossa química. Alguns a procuram no mundo das drogas, etc. Pobres infelizes. Nunca faça isso.

A boa notícia é que podemos nos sentir felizes por nossa própria determinação e pensamentos. Na expectativa positiva de algum evento, na percepção da maravilha da vida e da criação, no contato com outras pessoas, na comemoração de resultados, principalmente dos pequenos - aqueles que constroem os grandes. Podemos ser felizes por opção, escolhendo o que olhar, o que sintonizar, o que pensar, o que fazer com o nosso tempo.


A má notícia é que a felicidade é um estado passageiro. Precisamos buscá-la constantemente. Isso é parte da essência da vida. A natureza trabalha por cicl
os. E eles precisam de algum tipo de desequilíbrio para funcionarem.

Quando andamos, por exemplo, causamos constantes desequilíbrios para nos deslocarmos em determinada direção. A água precisa fluir para sustentar a vida. Precisamos de desafios para sermos felizes. Atingir um objetivo, realizar um sonho, não o fará mais feliz do que a sensação de “estar fazendo alguma coisa de útil”. Mais ainda, lembre-se que atingir um
objetivo não o fará feliz para sempre.

Você precisa de um novo sonho, um novo des
afio, um novo desequilíbrio para satisfazer a sua fome constante por felicidade. “A felicidade não está só em cruzar a reta final, mas principalmente em sentir o vento no rosto”. Portanto, não procure por ela apenas no fato isolado de atingir um determinado objetivo, mas sim na busca constante, no trabalho para conquistá-lo. A felicidade está em viver com propósito. Mais ainda, ela, como sensação que é, ela pode ser amplificada, e muito, se esse propósito for o bem de outras pessoas.
Acredite nisso e seja feliz!


(Marcos Pontes)