sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O Exemplo

Um filho entra junto com seu pai em um pequeno restaurante de bairro, planejando dividir com ele um belo almoço e uma tarde agradável. 

Seu pai já é bem idoso e tem certa dificuldade de controlar o movimento de seus braços e mãos. Portanto, enquanto come, ele derruba pedaços de alimento por todo lado, sujando sua roupa e o chão. Os outros clientes parecem incomodados, e olham para os dois com cara de nojo. Mas o filho não se abala, e segue conversando com seu pai num tom calmo e relaxado.

Quando ambos terminam de almoçar, o filho levanta sem demostrar nenhum sinal de constrangimento, e segue com seu pai em direção ao toalete. Lá dentro ele limpa os restos de comida do rosto enrugado do idoso, tenta remover as manchas da sua roupa, e ajeita com carinho seu cabelo e seus óculos tortos.

No momento em que ambos deixam o banheiro, o restaurante está em completo silêncio. Ninguém entende porque estes dois homens se sujeitariam a tal vexame. Se dirigindo ao garçom, o filho paga a conta e segue em direção a saída. 

Quando os dois estão quase na porta, um senhor se levanta de repente e pergunta: "Você tem certeza de que não está deixando nada para trás?"
O filho, surpreso, responde: "Não, não estou". Mas o estranho retruca: "Você está sim deixando algo aqui. 

Você acabou de deixar um exemplo para todos os filhos presentes neste restaurante, além de deixar esperançosos os seus pais."

Esta é uma bonita lição. Apesar de às vezes não pensarmos nisso, poder cuidar daqueles que um dia cuidaram de nós é uma grande honra. Nossos pais se esforçaram a vida toda para nos criar da melhor maneira possível, com amor e paciência. Quando ficam mais velhos, são eles que precisam da nossa dedicação, e merecem todo  o nosso respeito nesta última etapa de sua existência. Se você concorda, compartilhe esta história. 


Clique aqui para receber mensagens por e-mail!

Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um comentário positivo..