terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Deixe Sua Luz Brilhar

Numa pequena cidade distante, um homem abriu seu próprio negócio - uma loja com grande variedade de artigos baratíssimos, em uma esquina. Ele era um homem bom. Era honesto e cordial, e todos gostavam dele. 

As pessoas compravam os produtos que ele vendia e indicavam sua loja para os amigos. O negócio cresceu e ele expandiu a loja. Em questão de anos, transformou sua única loja numa cadeia de lojas de costa a costa.

Um dia, ele ficou doente e foi levado para o hospital. O médico temia que sua vida estivesse no fim. Então ele reuniu os três filhos adultos e lhes propôs um desafio:

- Um dos três vai se tornar o presidente da companhia que levei anos para erguer. Para decidir qual de vocês merece ser o presidente, vou dar a cada um uma nota de um dólar. 

Saiam e comprem o que puderem com esse dinheiro, mas quando voltarem a este quarto de hospital, hoje à noite, o que quer seja que vocês tenham comprado terá de encher este quarto de canto a canto.

Os filhos ficaram entusiasmados com a oportunidade de dirigir uma organização tão bem-sucedida. Todos foram à cidade e gastaram a nota de um dólar. Quando voltaram ao hospital à noite, o pai perguntou:

- Filho número um, o que você fez com o dinheiro?
- Bem, papai - ele disse -, fui à fazenda de um amigo e comprei dois fardos de feno com o dinheiro.
Dizendo isso, o filho saiu do quarto, buscou os dois fardos de feno, desamarrou-os e começou a jogá-lo para o ar. 

Por alguns instantes o quarto ficou cheio de feno; mas depois de alguns minutos o feno se acomodou no chão e não o cobriu de canto a canto, como o pai havia proposto.
- Bem, filho número dois, o que você fez com o dinheiro?
- Eu fui até a Sears - ele disse - e comprei dois travesseiros de plumas.

Ele, então, trouxe os travesseiros para dentro do quarto, abriu-os e espalhou as plumas por todo o quarto. Depois de algum tempo, elas se assentaram no chão e o quarto não ficou completamente cheio.

- E você, filho número três - o pai perguntou -, o que você fez com o dinheiro?
- Peguei o dinheiro, papai, e fui até uma loja do tipo que você tinha antigamente - disse o terceiro filho. - Dei ao proprietário minha nota de um dólar e pedi-lhe que a trocasse por moedas de menor valor. Investi cinquenta centavos do meu dinheiro em alguma coisa que valesse bastante a pena, como manda a Bíblia. 

Em seguida, dei vinte centavos a duas entidades filantrópicas da cidade. Doei mais vinte centavos à igreja. Com os dez centavos que sobraram, comprei duas coisas.
O filho enfiou a mão no bolso e tirou uma caixa de fósforos e uma pequena vela. Ele acendeu a vela, apagou a luz e o quarto todo se iluminou. 

De canto a canto, o quarto ficou cheio - não de feno, não de plumas, mas de luz.
O pai ficou deliciado.

- Parabéns, meu filho, você será o presidente da companhia, porque consegue compreender uma lição muito importante sobre a vida. Você sabe como deixar a sua luz brilhar. Isso é muito bom.

(Do livro: Espírito de Cooperação no Trabalho)


Clique aqui para receber mensagens por e-mail!

Facebook

Um comentário:

Faça um comentário positivo..